Image Map

INDO MORAR EM PORTUGAL

Olá,maravilhosas(os)!Tudo bem com vocês?
Retorno às atividades do BLOG,contando-lhes as novidades 
já que eu sai da comodidade para tentar ''O NOVO''.
Finalmente,depois de muita expectativa,planejamento,apoio familiar,muitos momentos de choro,despedida e saudade...cheguei ''para ver o Cabral''(hehehehe).

Muitas pessoas devem pensar que sou maluca por largar um País tão bom quanto o Brasil(oi?) já que nele tudo já me era familiar e estável(um conceito muito particular a depender do ponto de vista de cada um,não é?).
Não nego que ''tudo é mais fácil'' onde já se conhece a realidade e se sabe o que está por vir.Entretanto,meu País sempre foi uma caixinha de surpresas e nunca me senti totalmente segura nele.Eu nunca soube,por exemplo,se o dia seguinte seria aquele em que eu me queixaria devido a falta de segurança por ter sido,digamos,vítima de assalto à mão armada em plena luz do dia.
Ouvi tantos relatos sobre isso e vi tantas barbáries no País do Carnaval que nem a COPA desse ano segurou-me em Porto Alegre.

Resolvi vir com a coragem que muitos dizem ter,mas não têm.
Deixei familiares e amigos no Brasil dos quais sinto saudade,vontade de encher de abraços e dividir um bom Chimarrão.
Desconsiderei,exclui e ignorei pessoas que se formaram comigo e nunca me procuraram para sequer desejar Boas Festas,mas que agora enchem minha caixa de mensagem com perguntas hipócritas do tipo ''Sarinha,quanto tempo!Vais trabalhar como dentista lá?''(claro,tudo na maior naturalidade.A preocupação com minha pessoa é real e óbvia.Aham.AMÉM!).
Bem...a questão é que apostei alto e para ganhar.
Viajei milhares de Km com mala,cachorro,livro,marido e ''papagaio''.Apostei em fazer economias,no que era real e na nossa felicidade.Quem quer faz.Quem não quer,reclama e se acomoda.Não sou desse tipo.

Por isso,queridas(os)...
Espero que tudo isso pelo que me propus e pelo que estou passando sirva para os impulsionar a viver conforme seus sonhos e expectativas.
Não é fácil tomar decisões como essa que o Cris e eu tomamos,mas se você está REALMENTE INFELIZ na vida com alguma situação,assuma isso.
Mude o seu mundo,emprego,cabelo ou conteúdo.Renove-se.
É fácil viver condicionado ao que nos ensinaram como correto.É fácil demais concordar e assumir comportamentos para não magoar as pessoas ao nosso redor por medo e insegurança.É fácil se esconder,chorar e sofrer com o tempo.
Por isso,se é que minha dica serve para vocês,fortaleçam suas mente para torna-las um campo mais seguro de modo a ,simplesmente,''viver bem e sozinho'' sem a necessidade de se sujeitar a aprovação de terceiros.Vocês não precisam disso.

Bem,depois de todo esse desabafo e de finalmente retornar às atividades no blog(a cada 2 ou 3 dias),deixo algumas fotinhos e poucas palavras sobre o que nos aconteceu inicialmente,tá???
Retornarei a gravar vídeos,é claro,mas apenas depois do dia 21.04 que é quando me mudo para um novo apartamento.
Na ocasião,terei mais espaço e iluminação para contar as novidades,estimulando-as(os) sempre que possível,ok?
Beijo grande para vocês,bonitas(os)!!!

Um CORTE DE CABELO DEFINE quem é você?

Assunto polêmico.Pois é,exatamente como eu gosto.
Por esse motivo,resolvi fazer um vídeo para explicar o que aconteceu depois que resolvi aderir a moda do UNDERCUT FEMININO.
Muitas pessoas gostaram,outras pouco ligaram e alguns detestaram(ok,tudo bem ATÉ AÍ,mas desculpa pela minha habilidade em descartar pessoas desnecessárias e viver bem com isso.Ninguém retira de mim aquilo que não,ou seja,energia boa por pura arrogância e desconsideração a quem nunca lhe fez mal).
Aos que conseguem distinguir pessoa da aparência,muito obrigada e parabéns!
Gostaria de viver em um mundo de amor e respeito unânime a vida do próximo,mas isso ainda não é possível,pois o ser humano ainda tem muito a aprender para evoluir.
O vídeo serve para que você me veja como eu sou e estou,inspire-se na minha força interior e assuma sua felicidade que é a maior beleza da vida.
Espero que gostem!

A PRESSÃO DA MÍDIA:: você realmente PRECISA SER MAGRO(A)?

Bem,o assunto de ontem me deu várias idéias para posts,sabe?
Logo,resolvi escrever e deixar claro minha opinião sobre a tal ''pressão'' que algumas pessoas e a mídia fazem em relação ao corpo perfeito.
Muito se fala sobre a ditadura do corpo perfeito,magro e definido atualmente,mas até que ponto isso define a sua felicidade?
Na minha opinião,você pode ser quem quiser DESDE QUE SE SINTA FORTALECIDO O SUFICIENTE para não se sentir influenciado pela tal pressão alheia.Isso é assumir quem você é.Isso é felicidade.Se você REALMENTE SE AMA,VOCÊ ACEITA QUEM VOCÊ É.
Concordo que as pessoas possam sofrer uma certa influência de terceiros,mas sou a favor da seguinte idéia: você não é obrigada a ser magro e definido porque sua amiga é ou porque determinada pessoa escolheu ter esse tipo de corpo.Você não é obrigada a seguir a dieta de ninguém,mas se faz isso sem contatar um profissional da área,desculpa,mas a responsabilidade é unicamente sua.
No post de ontem falei UNICAMENTE sobre a importância da veracidade na opinião de blogueiras(os) quanto a produtos,sem esquecer,claro,de citar o comportamento errôneo da Gabriela Pugliesi AO AFIRMAR ALGO para depois desmentir publicamente.
Ao meu ver,existem dois comportamentos beirando ao absurdo e a falta de bom senso:
1. Leitores que ''compram'' tudo o que é dito por acreditar em uma pessoa devido a uma admiração pelo corpo,vida e/ou comportamento.
2.Desonestidade da blogueira ao afirmar que usava um produto para depois que uma leitora(que teve taquicardia) a procurou,desmentir publicamente sobre o uso do mesmo.
A minha crítica é clara e,por isso,afirmo: não seja ''Maria-vai-com-as-outras''.
Pegue as dicas de blogs e pergunte aos profissionais adequados se as mesmas podem ser aplicadas ao seu corpo já que o seu ritmo de vida,idade e biotipo podem ser,provavelmente, diferente da pessoa que te deu a ''receitinha milagrosa''.
Responsabilize-se pelo seu bem estar.
Portanto,amigos,pense bem até que ponto você precisa da vida do outro para construir a sua.
Você deve focar na sua felicidade e fortalecer o seu ímpeto em ser aprovado,que seja,''pelo mundo'' para ser mais feliz.
Assuma-se!
Fica a dica!

A VERACIDADE NAS OPINIÕES DE BLOGUEIROS(AS)


Bem,como vocês sabem,sou uma pessoa bem cuidadosa com tudo que escrevo.
Além disso,sabe-se muito bem que meu blog aborda diversos assuntos,mas somente os que domino e dos quais posso falar e/ou defender.
Não é raro,por exemplo,as(os) leitoras(es) se depararem com textos como o do post de hoje em que eu expresso minha opinião sobre um assunto em específico e/ou polêmico.
Todos(as) sabemos que se manter na blogsfera não é nada fácil,pois ter um espaço na Web de qualidade requer objetivo,foco e dedicação ao novo trabalho.No início dessa jornada,nada somos,pouco temos e nada ganhamos nesse tipo de trabalho.Logo,acredito que esse é o motivo pelo qual muitas deixam de dar credibilidade aos(às) blogueiros(as).
Se não há lucro imediato existe perda de tempo.
Entretanto,graças as redes sociais e ao desenvolvimento da tecnologia é possível,sim,ter rentabilidade com vídeos caseiros e postagens online.
Com o tempo,as pessoas começaram a compartilhar o que sabem fazer seja pela busca da aprovação ou por,simplesmente,possuírem talentos a ponto de vender o que produzem.
Sou uma ''chata de galocha'' quando o assunto é expressar o que penso,pois tudo deve estar bem detalhado para que as pessoas encontrem no meu blog o que eu sinto falta no de outros.
Nunca afirmei que algo era bom SEM EU TER CERTEZA ABSOLUTA tampouco defendi marcas por estar sendo paga por tal(apesar de eu ter começado meu blog quando eu fiquei desempregada e a ponto de ser patrocinada pelo meu marido.
Se a idéia do patrocínio leva muitos(as) blogueiros(as) a mentiras e outros a desconfiarem dos(as) mesmos(as),eu diria que estava com 
''a faca e o queijo na mão'',né?
O número de informações interessantes(por eu ter acesso a produtos com facilidade) seria diretamente proporcional ao volume de visitas diárias no blog.Logo,isso seria ótimo para mim,não é mesmo?
Beleza,só que esse não é o meu tipo de trabalho.
(mesmo que eu deixe o(a) leitor(a) sem atualizações no blog,as que ficam disponíveis para leitura sempre foram verossímeise disso eu me orgulho).

A idéia em escrever o post de hoje veio com a indignação de uma leitora sobre o trabalho da blogueira Gabriela Pugliesi que ''dá dicas'' de saúde no seu blog e Instagram(leia o post aqui)
Conforme a autora do artigo,a ''Pugli'' escreve sobre o que não tem competência para defender já que não é formada na área e indica diversos produtos como,por exemplo,os ''famosos'' termogênicos.
Logo,diversas mulheres e adolescentes leram o tal post no Instagram e,já influenciadas pela postagem,compraram o produto que,conforme a blogueira,oferecia mais energia.
Após alguns dias,uma dessas leitoras pronunciou seu profundo desgosto em relação a esse produto já que o mesmo fez ela passar por um quadro de taquicardia após ter sido consumido.
Sabe qual foi a resposta ao comentário da adolescente?
'' Nunca dei essa dica porque não uso!'' -Existem fotos que mostram um comportamento contr;ario.CHATO ISSO,NÉ?
O grande problema ao meu ver quando uma blogueira fala sobre produtos que influenciam na saúde é que ela deve tomar o cuidado para não generalizar o consumo do mesmo já que a informação pode ser absorvida por ''n'' pessoas de diferentes biotipos,sexo,idade e perfil.
Sabe aquela história de que o que faz bem para mim pode não fazer para você?Ah,pois é.
Então,amiguinhas(os) fica um alerta para todas(os) que me acompanham,pois eu sou enfática quando falo da minha dieta nas redes sociais: 
procurem um profissional qualificado na área e não sigam diquinhas com quantidades específicas sobre suplementos.
Não faça a dieta de outras pessoas.
Busque orientação séria e que justifique as escolhas para consumo emseu cardápio.
Cada pessoa tem um organismo diferente.Então,fique ligado e não brinque com a sua saúde.Beijo da tia!:)

IMIGRAR PARA O CANADÁ:como funciona?

Algumas pessoas me perguntam como funciona esse ''esquema'' de imigrar para outro País e se é permitido morar longe do Brasil para sempre.
Para quem não sabe,é possível imigrar,sim,com o objetivo de morar no local escolhido DEFINITIVAMENTE.
Para isso,tudo o que você precisa é ESCOLHER O PAÍS,PLANEJAR SUAS ATIVIDADES NELE E APRENDER A LÍNGUA(caso você já não a saiba).
No meu caso,estou imigrando para outro País em busca de muito mais segurança,valorização profissional,respeito ao cidadão e liberdade de expressão.
Com base nisso,resolvi procurar informações sobre Países que ofereciam uma melhor qualidade de vida e depois de ''percorrer os olhinhos'' na minha lista de vários Países anotados,escolhi o Canadá.

APÓS A ESCOLHA DO PAÍS,COMO PROCEDER?
1.Ao fazer uma longa pesquisa sobre o mesmo,descobri muito sobre cidades que eu tinha bem pouco conhecimento como,por exemplo,Ottawa,Toronto e Montréal,masme rendi aos encantos da apaixonante Québec.
2.Depois disso,pesquisei muito sobre o processo de imigração para ir morar lá e,logo em seguida,tive conhecimento sobre as palestras que aconteciam aqui no Brasil para aqueles que gostariam de imigrar para a mesma cidade que nós(meu marido e eu).
3.Após ver e ouvir as palestras,nossa conscientização sobre o afastamento das nossas famílias,amigos e pessoas muito queridas,foi preciso ''abraçar a causa'': aprender a falar Francês.
4.Em seguida,após um ano de investimos na língua,decidimos fazer uma viagem de 15 dias pelo o País já que é exigência do processo de imigração que você(s) conheça(m) muito bem o local onde quer(em) morar.Isso é dispendioso,mas também vantajoso já que conta ponto para os participantes.
5.Após a viagem e também dois anos de aulas semanais,estudos e investimentos,fizemos uma prova na ALIANÇA FRANCESA para avaliar nosso conhecimento sobre a língua(no caso do Québec a partir da segunda metade de 2013,exigeu-se nível B2 tanto na parte oral como na compreensão) e que,diga-se de passagem,causou-nos muita emoção já que atingimos o nível exigido e tão esperado(vídeo da chorona aqui).
6.Bem,como estamos AGORA exatamente nessa etapa ,encaminhamos a papelada para marcar a nossa entrevista(que nada mais é um ''papo'' sobre os planejamentos ao morar no Canadá e que pode levar,digamos,de 6 meses a 1 ano para ser marcada).
Logo,como disse para vocês em vídeo,não temos outra escolha a não ser esperar pela marcação,mas,isso também pode ser feito enquanto estivermos fora do Brasil.Por isso,nossa escolha foi morar em algum lugar da Europa depois de juntarmos dinheiro e expectativas(rsrsrsrrs).

Então,amiguinhos(as)...
Para quem ficou interessado(a) em morar no Canadá,sugiro que busque informações sobre o processo,salientando que para morar em Québec,a exigência mínima é que o interessado(a) tenha nível médio+curso técnico (esse deve servir às exigências do processo)OU superior completo,conheça a cidade,comprove orçamentos,dê entrada em papeladas e atinja,no mínimo,a o nível B2 na prova de línguas.
Além disso,casais ou solteiros podem imigrar,mas para aqueles,o processo é,digamos,''visto com outros olhos'' já que existe uma forte ''campanha'' a favor da formação da família por lá.
Espero ter ajudado aqueles(as) que tinham dúvidas sobre o assunto.Beijinhu!

 
Image Map