Image Map

[DIÁRIO DE VIAGEM]: CHEGAMOS em LISBOA!


Oi,pessoal.Tudo bem?:)
Bem,estou prestes a mudar de apartamento e por isso consegui mais um tempinho para atualizar o blog(viram que o queridinho está de cara nova?ehehehe).
Bem,conhecer LISBOA já estava nos meus planos há anos e felizmente concretizei esse  ano o objetivo.
Tudo começou com a espera pela entrevista(processo para imigrar para o Canadá) junto com a vontade constante de viajar.
Unimos o útil ao agradável e aqui estamos.
Escolhemos morar em Portugal,primeiramente,por causa da MARIE.
Eu nunca quis despacha-la como carga viva por aí,pois meu medo está relacionado a despressurização no avião ou a perda do animal.
Não quis e nem quero arriscar a vida dela por praticidade e/ou comodidade minha.
Por isso,a minha exigência sempre foi a de procurar por uma empresa que transportasse animais de pequeno porte na cabine comigo.
Logo,ficou bem difícil definir um País de destino a partir do que eu queria,pois inúmeras empresas não permitiam isso.
Felizmente,Portugal estava na nossa lista de queridinhos e a TAP foi a companhia áerea de escolha.
A empresa me deixou muito aliviada,pois permite que ''mãmães e filhas'' fiquem pertinho uma da outra(no caso,eu e a Marie.ahahahah).
_________________________________________________________________
VIAGEM PELA TAP com a MARIE

Para o seu transporte,usamos uma caixa adequada e de acordo com as regras da TAP em relação às proporções da mesma(no caso,a caixinha tem dimensões aproximadas e não exatas).
Pesquisei inúmeras marcas e a única que encontrei foi a da marca SAO PET que se você usar deitada serve PERFEITAMENTE no avião.
As dimensões ficariam,então,em 45 de comprimento,30 de largura e 23 de altura(comprei aqui).
ATENÇÃO:conforme a empresa,o animal deve conseguir ficar de pé e dar uma volta ao redor de si mesmo.O peso total da caixa e do animal não deve ultrapassar 8kg.

Como o animal se comportou? 
Antes da decolagem,coloquei um tapete absorvente na sua caixinha para evitar possíveis acidentes durante o vôo.Serviu muito bem na mesma e deixou tudo sequinho(além disso,por precaução,vesti uma fralda especial para animais nela.Ficou um pouco incômoda para ela,mas ok).
Após a decolagem,percebi que ela estava com um pouco de medo devido ao barulho.
Com isso,urinou-se um pouquinho,mas logo em seguida se deitou e dormiu sem nos incomodar(o veterinário não quis receitar nada para ela).
_________________________________________________________________ 
        CHEGADA
Nossa chegada foi tranquila,pois logo em seguida fomos descansar em um Hotel.
Deixamos a MARIE no quarto e saímos para almoçar.
Ao retornarmos,fomos notiicados que a cachorrinha fez um tremendo escândalo.Acho que ela estava com medo devido a tensão da viagem(o detalhe é que ela nunca faz esse tipo de coisa.Não pede nossa comida,não late assim que ouve a campainha da casa e nem arranja briga com outros animais.Cachorrinha mais calma do que essa, desconheço).
Então,tive de ficar de castigo no quarto do Hotel com ela por muitas horas enquanto o Cris procurava um lugar para ficarmos.Legal,né?(ehhehehe)
_________________________________________________________________
ALUGUEL DE APARTAMENTO 
Impossível alugar qualquer coisa em plena PÁSCOA se você não procurar antes de vir a Portugal.
Tudo estava lotado.
Impossível arranjar uma moradia por,digamos,2 meses(para menos tempo nem se fala,então).
Felizmente,depois de muita procura,encontramos alguns apartamentos bem legais.
O problema foi que tivemos de nos deslocar 4 vezes até encontrarmos o imóvel ideal e disponível nessa época,mas tudo bem.
(esse é o preço que se paga por ser ''bocó'' em plena Páscoa.ahhahahha).
Bom,isso foi o que aconteceu conosco até agora,pessoal.
Logo,logo escreverei mais sobre as impressões que tive em um primeiro momento em relação a Lisboa,abordando novos assuntos.
Um grande beijo!:)
FELIZ PÁSCOA!

INDO MORAR EM PORTUGAL

Olá,maravilhosas(os)!Tudo bem com vocês?
Retorno às atividades do BLOG,contando-lhes as novidades 
já que eu sai da comodidade para tentar ''O NOVO''.
Finalmente,depois de muita expectativa,planejamento,apoio familiar,muitos momentos de choro,despedida e saudade...cheguei ''para ver o Cabral''(hehehehe).

Muitas pessoas devem pensar que sou maluca por largar um País tão bom quanto o Brasil(oi?) já que nele tudo já me era familiar e estável(um conceito muito particular a depender do ponto de vista de cada um,não é?).
Não nego que ''tudo é mais fácil'' onde já se conhece a realidade e se sabe o que está por vir.Entretanto,meu País sempre foi uma caixinha de surpresas e nunca me senti totalmente segura nele.Eu nunca soube,por exemplo,se o dia seguinte seria aquele em que eu me queixaria devido a falta de segurança por ter sido,digamos,vítima de assalto à mão armada em plena luz do dia.
Ouvi tantos relatos sobre isso e vi tantas barbáries no País do Carnaval que nem a COPA desse ano segurou-me em Porto Alegre.

Resolvi vir com a coragem que muitos dizem ter,mas não têm.
Deixei familiares e amigos no Brasil dos quais sinto saudade,vontade de encher de abraços e dividir um bom Chimarrão.
Desconsiderei,exclui e ignorei pessoas que se formaram comigo e nunca me procuraram para sequer desejar Boas Festas,mas que agora enchem minha caixa de mensagem com perguntas hipócritas do tipo ''Sarinha,quanto tempo!Vais trabalhar como dentista lá?''(claro,tudo na maior naturalidade.A preocupação com minha pessoa é real e óbvia.Aham.AMÉM!).
Bem...a questão é que apostei alto e para ganhar.
Viajei milhares de Km com mala,cachorro,livro,marido e ''papagaio''.Apostei em fazer economias,no que era real e na nossa felicidade.Quem quer faz.Quem não quer,reclama e se acomoda.Não sou desse tipo.

Por isso,queridas(os)...
Espero que tudo isso pelo que me propus e pelo que estou passando sirva para os impulsionar a viver conforme seus sonhos e expectativas.
Não é fácil tomar decisões como essa que o Cris e eu tomamos,mas se você está REALMENTE INFELIZ na vida com alguma situação,assuma isso.
Mude o seu mundo,emprego,cabelo ou conteúdo.Renove-se.
É fácil viver condicionado ao que nos ensinaram como correto.É fácil demais concordar e assumir comportamentos para não magoar as pessoas ao nosso redor por medo e insegurança.É fácil se esconder,chorar e sofrer com o tempo.
Por isso,se é que minha dica serve para vocês,fortaleçam suas mente para torna-las um campo mais seguro de modo a ,simplesmente,''viver bem e sozinho'' sem a necessidade de se sujeitar a aprovação de terceiros.Vocês não precisam disso.

Bem,depois de todo esse desabafo e de finalmente retornar às atividades no blog(a cada 2 ou 3 dias),deixo algumas fotinhos e poucas palavras sobre o que nos aconteceu inicialmente,tá???
Retornarei a gravar vídeos,é claro,mas apenas depois do dia 21.04 que é quando me mudo para um novo apartamento.
Na ocasião,terei mais espaço e iluminação para contar as novidades,estimulando-as(os) sempre que possível,ok?
Beijo grande para vocês,bonitas(os)!!!

Um CORTE DE CABELO DEFINE quem é você?

Assunto polêmico.Pois é,exatamente como eu gosto.
Por esse motivo,resolvi fazer um vídeo para explicar o que aconteceu depois que resolvi aderir a moda do UNDERCUT FEMININO.
Muitas pessoas gostaram,outras pouco ligaram e alguns detestaram(ok,tudo bem ATÉ AÍ,mas desculpa pela minha habilidade em descartar pessoas desnecessárias e viver bem com isso).
Aos que conseguem distinguir pessoa da aparência,muito obrigada e parabéns!
Gostaria de viver em um mundo de amor e respeito unânime a vida do próximo,mas isso ainda não é possível,pois o ser humano ainda tem muito a aprender para evoluir.
O vídeo serve para que você me veja como eu sou e estou,inspire-se na minha força interior e assuma sua felicidade que é a maior beleza da vida.
Espero que gostem!

A PRESSÃO DA MÍDIA:: você realmente PRECISA SER MAGRO(A)?

Bem,o assunto de ontem me deu várias idéias para posts,sabe?
Logo,resolvi escrever e deixar claro minha opinião sobre a tal ''pressão'' que algumas pessoas e a mídia fazem em relação ao corpo perfeito.
Muito se fala sobre a ditadura do corpo perfeito,magro e definido atualmente,mas até que ponto isso define a sua felicidade?
Na minha opinião,você pode ser quem quiser DESDE QUE SE SINTA FORTALECIDO O SUFICIENTE para não se sentir influenciado pela tal pressão alheia.Isso é assumir quem você é.Isso é felicidade.Se você REALMENTE SE AMA,VOCÊ ACEITA QUEM VOCÊ É.
Concordo que as pessoas possam sofrer uma certa influência de terceiros,mas sou a favor da seguinte idéia: você não é obrigada a ser magro e definido porque sua amiga é ou porque determinada pessoa escolheu ter esse tipo de corpo.Você não é obrigada a seguir a dieta de ninguém,mas se faz isso sem contatar um profissional da área,desculpa,mas a responsabilidade é unicamente sua.
No post de ontem falei UNICAMENTE sobre a importância da veracidade na opinião de blogueiras(os) quanto a produtos,sem esquecer,claro,de citar o comportamento errôneo da Gabriela Pugliesi AO AFIRMAR ALGO para depois desmentir publicamente.
Ao meu ver,existem dois comportamentos beirando ao absurdo e a falta de bom senso:
1. Leitores que ''compram'' tudo o que é dito por acreditar em uma pessoa devido a uma admiração pelo corpo,vida e/ou comportamento.
2.Desonestidade da blogueira ao afirmar que usava um produto para depois que uma leitora(que teve taquicardia) a procurou,desmentir publicamente sobre o uso do mesmo.
A minha crítica é clara e,por isso,afirmo: não seja ''Maria-vai-com-as-outras''.
Pegue as dicas de blogs e pergunte aos profissionais adequados se as mesmas podem ser aplicadas ao seu corpo já que o seu ritmo de vida,idade e biotipo podem ser,provavelmente, diferente da pessoa que te deu a ''receitinha milagrosa''.
Responsabilize-se pelo seu bem estar.
Portanto,amigos,pense bem até que ponto você precisa da vida do outro para construir a sua.
Você deve focar na sua felicidade e fortalecer o seu ímpeto em ser aprovado,que seja,''pelo mundo'' para ser mais feliz.
Assuma-se!
Fica a dica!

A VERACIDADE NAS OPINIÕES DE BLOGUEIROS(AS)


Bem,como vocês sabem,sou uma pessoa bem cuidadosa com tudo que escrevo.
Além disso,sabe-se muito bem que meu blog aborda diversos assuntos,mas somente os que domino e dos quais posso falar e/ou defender.
Não é raro,por exemplo,as(os) leitoras(es) se depararem com textos como o do post de hoje em que eu expresso minha opinião sobre um assunto em específico e/ou polêmico.
Todos(as) sabemos que se manter na blogsfera não é nada fácil,pois ter um espaço na Web de qualidade requer objetivo,foco e dedicação ao novo trabalho.No início dessa jornada,nada somos,pouco temos e nada ganhamos nesse tipo de trabalho.Logo,acredito que esse é o motivo pelo qual muitas deixam de dar credibilidade aos(às) blogueiros(as).
Se não há lucro imediato existe perda de tempo.
Entretanto,graças as redes sociais e ao desenvolvimento da tecnologia é possível,sim,ter rentabilidade com vídeos caseiros e postagens online.
Com o tempo,as pessoas começaram a compartilhar o que sabem fazer seja pela busca da aprovação ou por,simplesmente,possuírem talentos a ponto de vender o que produzem.
Sou uma ''chata de galocha'' quando o assunto é expressar o que penso,pois tudo deve estar bem detalhado para que as pessoas encontrem no meu blog o que eu sinto falta no de outros.
Nunca afirmei que algo era bom SEM EU TER CERTEZA ABSOLUTA tampouco defendi marcas por estar sendo paga por tal(apesar de eu ter começado meu blog quando eu fiquei desempregada e a ponto de ser patrocinada pelo meu marido.
Se a idéia do patrocínio leva muitos(as) blogueiros(as) a mentiras e outros a desconfiarem dos(as) mesmos(as),eu diria que estava com 
''a faca e o queijo na mão'',né?
O número de informações interessantes(por eu ter acesso a produtos com facilidade) seria diretamente proporcional ao volume de visitas diárias no blog.Logo,isso seria ótimo para mim,não é mesmo?
Beleza,só que esse não é o meu tipo de trabalho.
(mesmo que eu deixe o(a) leitor(a) sem atualizações no blog,as que ficam disponíveis para leitura sempre foram verossímeise disso eu me orgulho).

A idéia em escrever o post de hoje veio com a indignação de uma leitora sobre o trabalho da blogueira Gabriela Pugliesi que ''dá dicas'' de saúde no seu blog e Instagram(leia o post aqui)
Conforme a autora do artigo,a ''Pugli'' escreve sobre o que não tem competência para defender já que não é formada na área e indica diversos produtos como,por exemplo,os ''famosos'' termogênicos.
Logo,diversas mulheres e adolescentes leram o tal post no Instagram e,já influenciadas pela postagem,compraram o produto que,conforme a blogueira,oferecia mais energia.
Após alguns dias,uma dessas leitoras pronunciou seu profundo desgosto em relação a esse produto já que o mesmo fez ela passar por um quadro de taquicardia após ter sido consumido.
Sabe qual foi a resposta ao comentário da adolescente?
'' Nunca dei essa dica porque não uso!'' -Existem fotos que mostram um comportamento contr;ario.CHATO ISSO,NÉ?
O grande problema ao meu ver quando uma blogueira fala sobre produtos que influenciam na saúde é que ela deve tomar o cuidado para não generalizar o consumo do mesmo já que a informação pode ser absorvida por ''n'' pessoas de diferentes biotipos,sexo,idade e perfil.
Sabe aquela história de que o que faz bem para mim pode não fazer para você?Ah,pois é.
Então,amiguinhas(os) fica um alerta para todas(os) que me acompanham,pois eu sou enfática quando falo da minha dieta nas redes sociais: 
procurem um profissional qualificado na área e não sigam diquinhas com quantidades específicas sobre suplementos.
Não faça a dieta de outras pessoas.
Busque orientação séria e que justifique as escolhas para consumo emseu cardápio.
Cada pessoa tem um organismo diferente.Então,fique ligado e não brinque com a sua saúde.Beijo da tia!:)
 
Image Map